.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Libertação!

. Aprendi:

. Qual a sua opção?

.arquivos

.favorito

. 10 blogs para conhecer no...

. Sua presença basta

. Poema - Mais vale guardar...

.subscrever feeds

.Selos

CANCRO - Encontrem a cura,

antes que me cresçam

as maminhas!

Domingo, 13 de Outubro de 2013

Libertação!

tags = temas deste blog - Clique em cima:
LauraBM às 21:53

link do post | E custa, comentar aqui?
Domingo, 14 de Outubro de 2012

Aprendi:

Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância.
A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo o dia.

Estas são as coisas que aprendi lá:

Compartilhe tudo.
Jogue dentro das regras.
Não bata nos outros.
Coloque as coisas de volta onde pegou.
Arrume a sua bagunça.
Não pegue as coisas dos outros.
Peça desculpas quando machucar alguém.
Lave as mãos antes de comer.
Dê descarga.
Biscoitos quentinhos e leite frio fazem bem para você.
Respeite o outro.
Leve uma vida equilibrada, aprenda um pouco, pense um pouco... e desenhe... e pinte...
e cante... e dance... e brinque... e trabalhe um pouco todos os dias.
Tire uma soneca às tardes.
Quando sair, cuidado com os carros.
Dê a mão e fique junto.
Repare nas maravilhas da vida.
Lembre-se da sementinha no copinho plástico... as raízes descem, a planta sobe e ninguém sabe realmente como ou porque, mas todos somos assim.
O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... Nós também.
A Regra de Ouro é o amor e a higiene básica.
Ecologia... e política... e igualdade... e respeito... e vida sadia.
Temos que fazer a nossa parte.

Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos com leite todos os dias por volta das três da tarde, e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca.

Ou se todos os governos tivessem como regra básica devolver todas as coisas ao lugar em que elas se encontraram e arrumassem a bagunça ao sair.

E esta é sempre uma verdade, não importa a idade.
Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos.

---------------------------------------

20/04/2005
Texto recebido via Internet, s/autoria

tags = temas deste blog - Clique em cima:
LauraBM às 00:19

link do post | E custa, comentar aqui?
Domingo, 2 de Outubro de 2011

Qual a sua opção?

Um grupo de crianças brinca próximo a duas vias férreas.
Uma das vias ainda está em uso e a outra está desativada.
Apenas uma criança brinca na via desativada, enquanto que as outras, na via em operação.
O trem está vindo e você está exatamente sobre aquele aparelho que pode mudar o trem de uma linha para outra.
Você pode fazer o trem mudar seu curso para a pista desativada e salvar a vida da maioria das crianças.
Entretanto, isto significa que a solitária criança que brinca na via desativada será sacrificada.
Você deixaria o trem seguir seu caminho? O que você faria?

A maioria das pessoas escolherão desviar o trem e sacrificar só uma criança.
Você pode ter pensado da mesma forma, eu acho.
Exatamente, salvar a vida da maioria das crianças à custa de uma só criança é a decisão mais racional que a maioria das pessoas tomariam, moralmente e emotivamente.

Mas, você pensou que a criança que escolheu brincar na via desativada foi a única que tomou a decisão correta de brincar num lugar seguro?

Não obstante, ela tem que ser sacrificada por causa de seus amigos ignorantes que escolheram brincar onde estava o perigo.

Este tipo de dilema acontece ao nosso redor todos os dias.
No escritório, na comunidade, na política...
E especialmente numa sociedade democrática, a minoria frequentemente é sacrificada pelo interesse da maioria, não importa quão tola ou ignorante a maioria seja e nem a visão de futuro e o conhecimento da minoria.

Além do mais, se a via tinha sido desativada, provavelmente não era segura.
Se você desviou o trem para a outra via, colocou em risco a vida de todos os passageiros.

E em sua tentativa de salvar algumas crianças sacrificando apenas uma, você pode acabar sacrificando centenas de pessoas.

Lembre-se de que o que é correto nem sempre é popular... e o que é popular nem sempre é correto.
--------------

Eliana Gonçalves

 

De tanto ver as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra; de tanto ver crescer a injustiça;

de tanto ver agigantarem-se os poderes na mãos dos maus,

o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.

(Rui Barbosa)

tags = temas deste blog - Clique em cima:
LauraBM às 21:39

link do post | E custa, comentar aqui?

.tags = temas deste blog - Clique em cima

. 00-avisos

. 000-direitos das crianças

. 01-dá que pensar

. 02-haja o que houver

. 03-histórias de crianças

. 04-infância-considerações

. 05-mundo das crianças

. 06-crianças e avós

. 07-as crianças e os pais

. 08-sinais

. 09-divertidos de crianças

. 09-piadas bd

. 10-diversos

. 10-escola triste

. 11-poemas-laura

. 12-natal das crianças

. 13-videos especiais

. todas as tags

.links