.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Uma senha pode fazer a di...

. Ciclo da vida - (errei de...

. Haja o que houver... será...

. Um estranho na minha casa

. Dá que pensar!

. Natal de crianças

. Era uma vez uma ursinha

. Libertação!

. sinais dos tempos

. letreiro - Atenção

. SABEDORIA INFANTIL

. ...

. Tão lindo que nem tem leg...

. Comportamentos estatais

. UBUNTU

.arquivos

.favorito

. 10 blogs para conhecer no...

. Sua presença basta

. Poema - Mais vale guardar...

.subscrever feeds

.Selos

CANCRO - Encontrem a cura,

antes que me cresçam

as maminhas!

.PENSAMENTO:

"A criança que já fui chora na estrada. Deixei-a ali quando vim ser quem sou.
Mas hoje, vendo que o que sou é nada, quero ir buscar quem fui onde ficou."
(Fernando Pessoa)

Sábado, 13 de Abril de 2013

Comportamentos estatais

Comportamentos - Holanda - Hábitos de poupança

Nada que interesse a Portugal, país de novos ricos…

 

A propósito do desafio sobre os novos hábitos de poupança na abertura do ano lectivo, resolvi partilhar a minha experiência uma vez que vivo no norte da Holanda, onde tudo se passa de modo completamente diferente.

 

Em primeiro lugar, os livros são gratuitos. São entregues a cada aluno no início do ano lectivo, com um autocolante que atesta o estado do livro. Pode ser novo ou já ter sido anteriormente usado por outros alunos. No final do ano, os livros são devolvidos à escola e de novo avaliados quanto ao seu estado. Se por qualquer razão foram entregues em bom estado e devolvidos já muito mal tratados, o aluno poderá ter de pagá-los, no todo ou em parte.

 

Todos os anos, os cadernos que não foram terminados voltam a ser usados até ao fim. O contrário é, inclusivamente, muito mal visto. Os alunos são estimulados a reusar os materiais. Nas disciplinas tecnológicas e de artes, são fornecidos livros para desenho, de capa dura, que deverão ser usados ao longo de todo o ciclo (cinco anos).

 

Obviamente que as lojas estão, a partir de  Julho/Agosto, inundadas de artigos apelativos mas nas escolas a política é a de poupar e aproveitar ao máximo. Se por qualquer razão é necessário algum material mais caro (calculadora, compasso, por exemplo), há um sistema (dinamizado por pais e professores, ou alunos mais velhos) que permite o empréstimo ou a doação, consoante a natureza do produto.

 

Ao longo do ano, os alunos têm de ler obrigatoriamente vários livros. Nenhum é comprado porque a escola empresta ou simplesmente são requisitados numa das bibliotecas da cidade, todas ligadas em rede para facilitar as devoluções, por exemplo.

Aliás, todas as crianças vão à biblioteca, é um hábito muito valorizado.

 

A minha filha mais nova começou as suas aulas de ballet. Não nos pediram nada, nenhum fato nem sapatos especiais. Mas como é universalmente sabido, as meninas gostam do ballet porque é cor-de-rosa e porque as roupas também contam. Então, as mães vão passando os fatos e a minha filha recebeu hoje, naturalmente, o seu maillot cor-de-rosa com tutu, e uns sapatinhos, tudo já usado. Quando já não servir, é devolvido.

E não estamos a falar de famílias carenciadas, pelo contrário. É assim há muito tempo.

 

O meu filho mais velho começará a ter, na próxima semana, aulas de guitarra. Se a coisa for levada mesmo a sério, poderemos alugar uma guitarra ou facilmente comprar uma em segunda mão.

 

Este sistema faz toda a diferença porque, desde que vivo na Holanda, terminou o pesadelo do início do ano. Tudo se passa com maior tranquilidade, não há a febre do "regresso às aulas do Continente" e os miúdos e os pais são muito menos pressionados.

De facto, noto que há uma grande diferença se compararmos o nosso país e a Holanda (ou com outros países do Norte da Europa, onde tudo funciona de forma idêntica).

Usar ou comprar o que quer que seja em segunda mão é uma atitude socialmente louvável, pelo que existem mil e uma opções.

Não só se aprende desde cedo a poupar e a reutilizar, como a focar as atenções, sobretudo as dos mais pequenos, nas coisas realmente importantes.

----------------------------------------------------------

Helena Rico, 42 anos, Groningen, Holanda

tags = temas deste blog - Clique em cima:
LauraBM às 23:22

link do post | E custa, comentar aqui?

R O D A P É


A não esquecer:

"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e...

esquece-se a urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta."

==================

"Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa

e recebe o exemplo dos seus pais,
torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos,

inclusive em respeitar o planeta onde vive..."

===================

.tags = temas deste blog - Clique em cima

. 00-avisos

. 000-direitos das crianças

. 01-dá que pensar

. 02-haja o que houver

. 03-histórias de crianças

. 04-infância-considerações

. 05-mundo das crianças

. 06-crianças e avós

. 07-as crianças e os pais

. 08-sinais

. 09-divertidos de crianças

. 09-piadas bd

. 10-diversos

. 10-escola triste

. 11-poemas-laura

. 12-natal das crianças

. 13-videos especiais

. todas as tags

.links